Gerenciamento

Gerenciamento da Integração (PMBoK 5ª ed.)

O PMBoK diz que: “O gerenciamento da integração do projeto inclui os processos e as atividades necessárias para identificar, definir, combinar, unificar e coordenar os vários processos e atividades dos grupos de processos de gerenciamento”.

Esta área será responsável por integrar:

  • As áreas de conhecimento;
  • De todo o processo;
  • Das fases do ciclo de vida;
  • Com outros projetos;
  • Com as operações da organização

É a única área que está presente em todos os grupos de processos, pois todos eles são os que realizam as atividades descritas no começo dessa postagem.

Ela é importante para levar em consideração os 6 fatores de restrições conflitantes do projeto, pois se um destes itens mudarem, um ou mais fatores sofrerão impactos:

  1. Escopo
  2. Qualidade
  3. Orçamento (custos)
  4. Cronograma (tempo)
  5. Recursos
  6. Riscos

Esta área tem processos em cada grupo:

Iniciação Planejamento Execução Monitoramento e Controle Encerramento
4.1 Desenvolver o termo de abertura do projeto 4.2 Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto 4.3 Orientar e gerenciar o trabalho do projeto 4.4 Monitorar e controlar o trabalho do projeto  4.6 Encerrar o projeto ou fase
4.5 Realizar o controle integrado de mudanças

(mais…)

Grupos de processos de gerenciamento de projetos e suas áreas de conhecimento (PMBoK 5ª ed.)

Este é um resumo para que se possa ter uma visão geral de como são separados as áreas de conhecimento nos grupos de processos de gerenciamento de projetos no PMBoK 5ª ed.

Os grupos de processos são:

  • Iniciação
  • Planejamento
  • Execução
  • Monitoramento e Controle
  • Encerramento

(mais…)

Gerenciamento das Partes Interessadas (PMBoK 5ª ed.)

Este é o capítulo 13 do PMBoK e é uma área muito importante para o PMI, pois antes de levar em consideração o cumprimento dos prazos, orçamento e qualidade, é atender as necessidades das partes interessadas.

O PMBoK diz que esta área inclui os processos necessários para identificar as pessoas, grupos ou organizações que possam afetar ou ser afetado pelo projeto, para analisar as expectativas das partes interessadas e seu impacto sobre o projeto e para desenvolver estratégias de gerenciamento adequadas para efetivamente engajar as partes interessadas nas decisões e na execução do projeto.

Existem apenas 4 processos nesta área:

Iniciação Planejamento Execução Monitoramento e Controle Encerramento
 13.1 Identificar as partes interessadas 13.2 Planejar o gerenciamento das partes interessadas 13.3 Gerenciar o engajamento das partes interessadas 13.4 Controlar o engajamento das partes interessadas

(mais…)

Gerenciamento das Aquisições do Projeto (PMBoK 5ª ed.)

Esta é a penúltima área do conhecimento do PMBoK, sendo o capítulo 12 do guia.

O PMBoK diz que esta área inclui os processos necessários para comprar ou adquirir produtos, serviços ou resultados externos à sua equipe do projeto. Veja que em um projeto, nem sempre será possível desenvolver seus produtos, ferramentas e serviços, sendo necessária a compra ou aquisição dos mesmos.

Os objetivos desta área são:

  • Aumentar a eficiência em compras/aquisições;
  • Fazer o melhor uso dos recursos internos e externos;
  • Acelerar o cronograma – Podemos utilizá-los para terceirizar um serviço ou comprar algo pronto do que desenvolver internamente no projeto;
  • Gerenciar/melhorar os custos – Procurar a melhor forma de obter um melhor ROI;
  • Reduzir os riscos relacionados, já que são grandes fonte de riscos;

Existem apenas 4 processos nesta área:

Iniciação Planejamento Execução Monitoramento e Controle Encerramento
12.1 Planejar o gerenciamento das aquisições 12.2 Conduzir as aquisições 12.3 Controlar as aquisições 12.4 Encerrar as aquisições

(mais…)

Gerenciamento dos Riscos do Projeto (PMBoK 5ª ed.)

Esta é uma área essencial para aumentar as taxas de sucesso dos projetos, pois todos eles possuem riscos e precisam ser gerenciados, ou seja, saber o que pode causar um impacto no projeto e saber o que fazer com cada um deles.

O PMI afirma que esta área inclui os processos de planejamento, identificação, análise, planejamento de respostas, monitoramento e controle de riscos de um projeto.

A idéia é aumentar a probabilidade e o impacto dos eventos positivos (oportunidades) e reduzir a probabilidade e o impacto dos eventos negativos (ameaças) do projeto. É um gerenciamento proativo.

Riscos faz partes do balanceamento das restrições conflitantes:

  • Riscos
  • Escopo
  • Cronograma
  • Orçamento
  • Recursos
  • Qualidade

Existem 6processos como são demonstrados abaixo:

Iniciação Planejamento Execução Monitoramento e Controle Encerramento
11.1 Planejar o gerenciamento dos riscos  11.6 Controlar os riscos
11.2 Identificar os riscos
11.3 Realizar a análise qualitativa dos riscos
11.4 Realizar a análise quantitativa dos riscos
11.5 Planejar as respostas aos riscos

(mais…)

Gerenciamento dos Recursos Humanos do Projeto (PMBoK 5ª ed.)

O capítulo 9 do PMBoK 5ª ed. trás as informações sobre o gerenciamento dos recursos humanos, o qual inclui os processos que organizam, gerenciam e lideram a equipe do projeto.

Este gerenciamento é vital para os projetos, pois as pessoas determinam o sucesso ou fracasso de organizações e projetos. É necessário ter uma equipe com gente bem qualificada.

Os recursos fazem parte das restrições dos projetos. Veja quais são:

  • Orçamento
  • Recursos
  • Riscos
  • Escopo
  • Cronograma
  • Qualidade

Existem 4 processos como são demonstrados abaixo:

Iniciação Planejamento Execução Monitoramento e Controle Encerramento
9.1 Planejar o gerenciamento dos recursos humanos 9.2 Mobilizar a equipe do projeto
9.3 Desenvolver a equipe do projeto
9.4 Gerenciar a equipe do projeto

(mais…)

Gerenciamento da Qualidade do Projeto (PMBoK 5ª ed.)

Os projetos buscam sempre ter qualidade para atender à demanda do cliente.

O gerenciamento da qualidade do projeto inclui os processos e as atividades da organização executora que determinam as políticas de qualidade, os objetivos e as responsabilidades, de modo que o projeto satisfaça as necessidades para as quais foi empreendido.

A qualidade é uma das seis principais restrições do projeto. Veja:

  • Qualidade
  • Orçamento
  • Recursos
  • Riscos
  • Escopo
  • Cronograma

Este capítulo tem só 3 processos. Veja abaixo:

Iniciação Planejamento Execução Monitoramento e Controle Encerramento
8.1 Planejar o gerenciamento da qualidade 8.2 Realizar a garantia da qualidade 8.3 Controlar a qualidade

(mais…)

Gerenciamento do Tempo do Projeto (PMBoK 5ª ed.)

O gerenciamento do tempo inclui os processos necessários para gerenciar o término pontual do projeto, logo o cronograma é uma das principais restrições dos projetos.

Este capítulo possui 7 processos, sendo 6 deles na fase de planejamento e apenas 1 no monitoramento e controle. Veja abaixo:

Iniciação Planejamento Execução Monitoramento e Controle Encerramento
6.1 Planejar o gerenciamento do cronograma 6.7 Controlar o cronograma
6.2 Definir as atividades
6.3 Sequenciar as atividades
6.4 Estimar os recursos das atividades
6.5 Estimar a duração das atividades
6.6 Desenvolver o cronograma

(mais…)

Gerenciamento dos Custos do Projeto (PMBoK 5ª ed.)

Esta etapa inclui processos envolvidos em planejamento, estimativas, orçamentos, financiamentos, gerenciamento e controle dos custos, de modo que o projeto, possa ser terminado dentro do orçamento aprovado.

Os custos estão entre as restrições dos projetos. Veja:

  • Custos/Orçamento;
  • Recursos;
  • Riscos;
  • Escopo;
  • Cronograma;
  • Qualidade;

Os projetos sofrem com problemas de custos excessivos, atrasos e/ou entregues com menos recursos e funções das quais foram solicitadas. Sendo assim, é importante que o planejamento dos custos seja feito da melhor forma possível para evitar estes problemas.

Este capítulos possui apenas 4 processos:

Gerenciamento dos Custos do Projeto

Processos do Gerenciamento dos Custos do Projeto

(mais…)

Gerenciamento do Escopo do Projeto (PMBoK 5ª ed.)

De acordo com o PMBok 5ª ed., o escopo é a soma dos produtos, serviços e resultados a serem fornecidos na forma de projeto. Sendo ele referindo-se a:

  • Escopo do projeto – O trabalho que deve ser realizado para entregar um produto, serviço ou resultado com as funcionalidades e funções especificadas. As vezes, este termo é visto como incluindo o escopo do produto; e
  • Escopo do produto – As características e funções que caracterizam um produto, serviço ou resultado.

Esta etapa do gerenciamento está relacionada principalmente com a definição e controle do que está e do que não está incluso no projeto, pois pretende-se entregar exatamente o que foi solicitado no projeto.

Existem dois termos que devem ser conhecidos que são práticas inaceitáveis e que podem levar ao fracasso do projeto:

  • Scope Creep – É o aumento descontrolado do produto do projeto sem ajustes de tempo, custos e recursos. Normalmente ocorre quando uma mudança é feita sem controle algum, partindo do cliente diretamente para a equipe do projeto;
  • Gold Plating – Refere-se dar ao cliente mais do que o necessário, ou seja, o que foi especificado e aprovado. Normalmente esse tipo de situação parte do gerente de projeto ou da equipe.

Devemos lembrar que o escopo é uma das restrições conflitantes do projeto, assim como, mas não limitando-se à:

  • Escopo;
  • Qualidade;
  • Cronograma;
  • Orçamento;
  • Recursos; e
  • Riscos.

Neste capítulo, temos os seguintes processos:

Processos do Gerenciamento do Escopo do Projeto

Processos do Gerenciamento do Escopo do Projeto

(mais…)

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!