Áreas de Conhecimento de Gerenciamento de Projetos

O guia de melhores práticas em gerenciamento de projetos, PMBOK, é organizado em áreas de conhecimento e, por sua vez, cada área de conhecimento é descrita através de processos.

Áreas do Conhecimento

Áreas do Conhecimento

As nove áreas de conhecimento caracterizam os principais aspectos envolvidos em um projeto e no seu gerenciamento: Integração, Escopo, Tempo, Custos, Qualidade, Recursos humanos, Comunicações, Riscos e Aquisições.

Cada área de conhecimento se refere a um aspecto a ser considerado dentro da gerência de projetos. A sua não execução poderá afetar negativamente o projeto, pois projeto é um esforço integrado.

A figura abaixo ilustra a quantidade de processos existentes e relacionados entre os Grupos de Processos e as Áreas de conhecimento.

Quantidade de processos por área de conhecimento

Quantidade de processos por área de conhecimento

As áreas de conhecimento Escopo, Tempo, Custo e Qualidade são os principais determinantes para o objetivo de um projeto: entregar um resultado de acordo com o escopo, no prazo e no custo definidos, com qualidade adequada. Estas áreas de conhecimento respondem as questões: O QUE, QUANDO, QUANTO e COMO.

As áreas de conhecimento Recursos Humanos e Aquisições são os insumos para produzir o trabalho do projeto.

As áreas de conhecimento Comunicações e Riscos devem ser continuamente abordadas para manter as expectativas e as incertezas sob controle, assim como o projeto no rumo certo.

A área de conhecimento Integração abrange a orquestração de todos esses aspectos.

Determinantes dos objetivos do Projeto

Determinantes dos objetivos do Projeto

Área de Gerenciamento da Integração do Projeto

Define os processos e as atividades que integram os diversos elementos necessários ao gerenciamento de um projeto. Isso inclui:

  • Desenvolvimento do termo de abertura do projeto;
  • Desenvolvimento do plano de gerenciamento do projeto;
  • Orientar e gerenciar a execução do projeto;
  • Monitorar e controlar o trabalho desenvolvido pelo projeto;
  • Realizar o controle integrado de mudanças;

Encerrar o projeto ou uma fase do projeto.

Área de Gerenciamento do Escopo do Projeto

Define os processos e atividades para que se garanta que o projeto inclua todo o trabalho necessário (e apenas o trabalho necessário) para que o projeto seja concluído com sucesso. Isso inclui:

  • Coletar requisitos;
  • Definir o escopo;
  • Criar a estrutura analítica do projeto (EAP);
  • Verificar o escopo;

Controlar o escopo.

Área de Gerenciamento do Tempo do Projeto

Descreve os processos e atividades para que o projeto seja concluído no prazo correto. Isso inclui:

  • Definir atividades;
  • Sequenciar a execução das atividades;
  • Estimar recursos necessários para execução das atividades;
  • Desenvolver o cronograma;

Controlar o cronograma.

Área de Gerenciamento de Custos do Projeto

Descreve os processos e atividades de planejamento, estimativa de custos,  determinação do orçamento e controle de custos do projeto. Isso inclui:

  • Estimar custos;
  • Orçar custos;

Controlar custos.

Área de Gerenciamento da Qualidade do Projeto

Descreve os processos e atividades referentes ao planejamento, monitoramento, controle e garantia da qualidade do projeto. Isso inclui:

  • Planejar a qualidade;
  • Realizar a garantia da qualidade;

Realizar o controle da qualidade.

 

Área de Gerenciamento de Recursos Humanos do Projeto

Descreve os processos e atividades relacionados com o planejamento, contratação, mobilização, desenvolvimento e gerenciamento da equipe do projeto. Isso inclui:

  • Desenvolver o plano de recursos humanos;
  • Contratar ou mobilizar a equipe do projeto;
  • Desenvolver a equipe do projeto;

Gerenciar a equipe do projeto.

Área de Gerenciamento de Comunicações do Projeto

Descreve os processos e atividades relacionados com a geração, coleta, distribuição, armazenamento e destinação final das informações do projeto de forma oportuna e apropriada. Isso inclui:

  • Identificar as partes interessadas;
  • Planejar as comunicações;
  • Distribuir informações;
  • Gerenciar expectativas das partes interessadas;

Relatar desempenho.

Área de Gerenciamento de Riscos do Projeto

Descreve os processos e atividades relacionados com a identificação, análise e controle dos riscos do projeto. Isso inclui:

  • Planejar o gerenciamento de riscos do projeto;
  • Identificar riscos;
  • Realizar análise qualitativa dos riscos do projeto;
  • Realizar análise quantitativa dos riscos;
  • Planejar respostas aos riscos;

Monitorar e controlar riscos do projeto.

Área de Gerenciamento de Aquisições do Projeto

Descreve os processos e atividades relacionados com compra ou aquisições de produtos, serviços ou resultados para o projeto. Isso inclui:

  • Planejar aquisições;
  • Conduzir aquisições;
  • Administrar aquisições;

Encerrar aquisições.

Processos de Gerenciamento de um Projeto

O diagrama, representado na figura abaixo, relaciona de forma gráfica e sintética todos os 42 processos de gerenciamento de um projeto descritos na quarta edição do PMBOK, indicando também os cinco grupos em que os processos se distribuem e as respectivas áreas de conhecimento associadas a cada um.

Visão Geral dos Processos de Gerenciamento de Projetos

Visão Geral dos Processos de Gerenciamento de Projetos

Pela figura, pode-se perceber algumas características lógicas dos processos de gerenciamento de um projeto:

  • Praticamente todas as áreas de conhecimento são abordadas nas atividades de Planejamento (definir, estimar e planejar cada aspecto) e de Monitoramento e Controle (controlar) — no PMBOK 4ª edição, o processo de Gerenciar a equipe passou ao grupo de Execução, deixando apenas a área de RH sem processos no grupo de Controle;
  • Quanto à Execução, os aspectos envolvidos mais ativamente são a equipe (RH) e as aquisições, as comunicações e a garantia da qualidade;
  • A Integração se faz presente em todos os momentos do projeto.
  • Na figura, os grupos de processos representam os tipos de atividades, as áreas de conhecimento caracterizam os assuntos, e seu cruzamento induz, de forma bastante intuitiva, os respectivos verbos (definir, planejar, estimar, gerenciar, monitorar, controlar, encerrar, etc) e substantivos que descrevem os processos de gerenciamento relacionados.

Isso mostra que os conceitos e melhores práticas que o PMBOK reuniu, organizou e formalizou, estão naturalmente presentes na essência do gerenciamento de qualquer bom projeto.

Autor: Prof. Victor Antonio Triotiño

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Certificações que possuo: CompTIA Security+, EXIN EHF, MCSO, MCRM, ITIL v3. Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão e Governança de TI, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense.

4 Responses to “Áreas de Conhecimento de Gerenciamento de Projetos”

  1. Katiuscia Carneiro Barros - Engenharia de Produção disse:

    Na verdade são 47 processos de gerenciamento de projeto e não 42 como diz o texto

  2. Claudiomar Rodrigues de Souza disse:

    Excelente material, me ajudou muito com meus alunos na disciplina de gestão de projetos…Muito Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!