Conficker: 3º aniversário e mais de 11.000.000 de vítimas

Malware cujo principal alvo são computadores que rodam Windows é a maior ameaça de todos os tempos.

A M3Corp, empresa especializada em serviços voltados para a internet, declarou que o Conficker é o malware que mais atingiu computadores no mundo inteiro. Durante seus três anos de existência, o vírus deixou mais de 11 milhões de máquina infectadas, todas utilizando o Windows como sistema operacional.

Na opinião do próprio executivo da M3Corp, Vinicius Maciel, o provável é que o Conficker continue infectando computadores no mundo todo nos próximos anos. Porém, ainda segundo Maciel, existem algumas medidas que podem ser tomadas para diminuir os riscos de isso acontecer:

  • Atualização do sistema operacional, de acordo com o boletim MS08-67 da Microsoft e com Maciel;
  • Desativação da reprodução automática de dispositivos portáteis, como pendrives, CDs e DVDs;
  • Criação de senhas mais fortes, que utilizem combinações de letras, números e símbolos, por exemplo;
  • Utilização de uma solução NAC (Network Access Control). Para este caso, o executivo da M3Corp indica o NAC da Sophos, uma das parceiras da empresa;
  • Desativação do compartilhamento automático de arquivos e impressoras;
  • Uso e atualização constante de um antivírus corporativo.

Para as pessoas que já estão com suas máquinas infectadas pelo malware, a M3Corp oferece gratuitamente a ferramenta Conficker Removal Tool. Aliando os cuidados mencionados na lista acima ao uso desse aplicativo disponibilizado pela empresa, o risco de ter o computador atingido pelo Conficker é anulado.

Fonte: Tecmundo

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Certificações que possuo: CompTIA Security+, EXIN EHF, MCSO, MCRM, ITIL v3. Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão e Governança de TI, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!