Qual a diferença entre SEO On Page e SEO Off Page

image_pdfimage_print

A dúvida de todo mundo que começa a otimizar é por onde começar. On page ou off page? Falei muito sobre isso em outro artigo aqui no Oficina da Net, mas fiquei devendo aprofundar um pouco mais em On Page e Off Page, que são o ‘caminho das pedras’ para os otimizadores. Minha primeira dica é: Alterne seu trabalho entre uma tarefa e outra, porque você precisa dos dois! Vamos aos fatos.

SEO On Page, o que é?

On Page é a parte da otimização que damos mais importância, e a meu ver é muito necessária mas não é tudo.Para manter sua otimização interna nos trinques, precisamos entender alguns pontos, vou tratar desses pontos aqui com a melhor clareza possível e ainda manter o texto agradável.

Título

A parte mais importante do On Page. O Google Webmasters Tools disponibiliza uma análise completa e de extrema importância que inclui títulos duplicados e outros fatores que podem atrapalhar, aconselho que dê uma olhada. O primeiro passo para otimizar seu site é otimizar o título e com um título diferente para cada página. Exemplo: Web Marketing – Negócio de sucesso | Oficina da Net em um post e no outro SEO, SEM, Webmarketing e Blogs | Oficina da Net. Note que os dois títulos possuem o nome do site, porém cada um puxando para o conteúdo de sua página, aumentando as chances de se encontrar o site como um todo nas buscas.

Head Tags

São os famosos h1, h2… até o h6, que para nós parece ser apenas uma organização visual, mas para os robôs é uma organização de conteúdo e nível de importância de cada sub-título. Para otimizá-los sugiro que visite o código fonte de cada página (botão direito e ‘Exibir Código Fonte’) e procure por h1, h2… Muitas páginas sequer utilizam destas tags, o que é uma boa notícia se essas páginas forem do seu concorrente, mas que mostra como ainda temos muito chão pra evoluir em SEO.

Meta Description

É onde você vai escrever sobre aquela página, uma espécie de resumo do que o usuário vai encontrar na página. Assim como as Head Tags, não podem ser duplicadas, cada página com a sua Meta Description. Outra questão de extrema importância nessa tag, é que ela não pode passar de 160 caracteres. Pode chegar o mais próximo possível, de preferência que seja de 160 caracteres exatos, mas não pode passar. Essa é a descrição que vai aparecer abaixo do título do site no resultado de busca orgânica do Google e o que passar de 160 não será exibido.

Meta Keywords

É nesta tag que colocamos palavras ligadas ao texto, por exemplo, para este artigo posso usar otimização, seo, onpage, on-page, on page, dentre outras. Essa repetição que fiz de on page em 3 grafias diferentes está cada dia mais defasada devido aos critérios de punição e inteligência dos robôs. A repetição é usada para que o usuário encontre o artigo independente da forma que ele digite a palavra, no caso on page. Para que sua página seja otimizada e não penalizada, devemos observar a quantidade de keywords, porque quanto maior, menor vai ser a importância delas para o Google, e cada palavra ou conjunto de palavras (devem ser separadas por vírgula) deve constar no seu texto.

URL

Essa todo mundo já sabe que precisa ser diferente uma da outra, mas o que sempre esquecem é de tirar aquela infinidade de números que só o computador sabe o que significa. A URL deve conter o menor número de caracteres possíveis, o menor número de separadores e ainda ter muita informação, sem dúvidas é mais fácil do que parece. O primeiro passo é observar qual o suporte que a sua plataforma dá para URLs amigáveis, no Magento e no WordPress, por exemplo, basta marcar uma caixa de diálogo que já resolve o problema.

Já para eliminar os separadores, o ideal é colocar o seu web site na raíz do diretório. Só use ‘www.meusite.com.br/meu_site’ para a pagina inicial se for realmente necessário esse ‘/meu_site’, caso contrário ele só vai diminuir a importância das outra palavras do endereço. Outro detalhe que não pode ser esquecido é o nome de cada página no URL, por exemplo, ao invés de usar ‘www.meublog.com/post1.htm’ use ‘www.meublog.com/como-otimizar-sites’. Usando sempre o hífen como separador das palavras. Depois de seguir todos os passos, eu aconselho também dar um destaque para as palavras da meta keywords no decorrer do texto com um negrito ou itálico.

SEO Off Page, o que é?

Como já deu pra perceber, On Page e Off Page estam relacionadas e se complementam, porque pouco adianta um site com bom conteúdo se nenhum outro aponta para ele. É aí que entra a otimização Off Page, fazer com que outros sites ‘linkem’ para o seu, aumentando assim o PageRank (ponto de vista do Google acerca da importância da página). Existem milhões de artigos de técninas Off Page que trazem no conteúdo milhões de páginas para você colocar o seu link, mas neste artigo pretendo fugir desta regra pelo simples motivo que isso vai trazer apontadores de baixa qualidade.

Conteúdo

O melhor jeito de se conseguir link de retorno é com um bom conteúdo, o problema é que você pode atingir milhões de visitas rapidamente ou não conseguir quase nenhuma. Aconselho sempre ter aliado ao seu Web Site um blog e alguns perfis de redes sociais, porque são nesses lugares que você vai divulgar o seu conteúdo e começar a ter algum retorno. Vai ser difícil no começo, mas logo você terá pessoas só esperando pelo seu conteúdo. É acreditar e suar a camisa, qualidade sempre.

Blogs

A internet está repleta de blogs, o próprio Google desenvolveu uma busca só para achar blogs, o próprio Google tem blog. Quando eu comecei a otimizar li muito a respeito disto e descobri que quase todos os blogs têm o link dos comentários como “No Follow” e quase todos as pessoas que escrevem a respeito, indicam que para conseguir links, esses blogs não servem. Desde que eu me cadastrei no Google Webmasters e venho aprendendo e explorando as ferramentas, percebo que esses links no follow dos blogs aparecem no Webmastes Tools e gera sim um moral para o site que está sendo linkado, sem falar que trás novas visitas. Para aproveitar dos comentários dos blogs, a primeira regra que dever ser seguida é de não usar malandragem. Eu, por exemplo, lei vários artigos todos os dias e comento sempre nos melhores ou nos que eu entendo mais do assunto, que assim eu consigo deixar um comentário de qualidade e muitas vezes consigo até uma resposta do autor. Não adianta muito você deixar um clássico “Adorei o texto!”.

On Page x Off Page

Imagine que você foi entregar um currículo para uma empresa, nele deve conter as suas especialidades (on-page) e a suas experiências (off-page). Caso possua apenas especialidades sem nenhuma experiência, ou vice versa, o mais é provável é que não consiga o seu objetivo. Assim é na web, para alcançar um bom resultado e lutar pela primeira posição (que está cada dia mais difícil) devemos conseguir o máximo de otimização on-page e o máximo de otimização off-page, para deixar o nosso ‘currículo’ rico e vencer os concorrentes. Existem outras coisas que podem ser feitas para otimização on page e off page, mas o que pretendo aqui é uma otimização de qualidade para que possa dar bons resultados a médio prazo. Lembre-se: É melhor pouca otimização bem feita do que muita penalizada.

Bom trabalho e sucesso!

Fonte: Oficina da Net

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!