Conferência em Brasília reune 40 especialistas em cibersegurança

A ICCYBER 2012 – IX Conferência Internacional de Perícia em Crimes Cibernéticos, que acontece em Brasília de 26 a 28 de setembro, reunirá um time de mais de 40 especialistas, nacionais e internacionais, dentre os quais o Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal e do FBI norte-americano, para debater os desafios da prevenção às ameaças digitais, e casos bem sucedidos de detecção e investigação de quadrilhas cibernéticas.

Contendo atividades distribuídas entre painéis, palestras técnicas, apresentação de papers acadêmicos e sessões de treinamento, dentre os destaques da programação está a presença do Ministro Gilson Dipp, Vice-Presidente do STJ, Ministro do TSE, ex-Corregedor Nacional do CNJ, e Presidente da Comissão responsável pela elaboração do anteprojeto de reforma do Código Penal, que participará do painel Proposições Legislativas – Reforma do Código Penal, voltado a discutir alternativas de tipificação dos delitos digitais.

Na palestra Sistema Integrado de Comando e Controle para Grandes Eventos, do Coordenador de TI da Secretaria de Segurança em Grandes Eventos do Ministério da Justiça, Daniel Russo, que trará informações sobre o planejamento das medidas de Segurança Eletrônica voltadas para a Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016, face às crescentes ameaças de cyberterrorismo existentes no mundo atual.

Para ilustrar as possibilidades de tais ameaças cibernéticas, e as técnicas de detecção e investigação mais sofisticadas, diversos peritos da Secretaria de Perícias em Informática do Instituto Nacional de Criminalística – INC da Polícia Federal abordarão pesquisas e estudos de caso de episódios ocorridos, como a palestra Ataque a Sites Governamentais: Estudo de Caso, a cargo do perito Ronei Maia Salvatori, do INC-PF.

Dentre os especialistas internacionais presentes, uma das mais aguardadas palestras é a Clustering and Classification for Cyber Crime, do “guru” Jesse Kornblum, formado pelo MIT – Massachusetts Institute of Technology, pesquisador da área de computação forense da Kyrus Tech e criador de uma série de ferramentas consideradas fundamentais para a prática da perícia digital forense.

A programação contempla ainda a sessão de Desafio Forense, elaborada pelos especialistas Sandro Suffert e Jacomo Piccolini, que reproduzirá, num ambiente de simulação, situações de rastreamento de invasão, exigindo a utilização de técnicas sofisticadas, debatidas durante o evento, para a detecção e identificação da origem do “ataque” simulado.

Fonte: IDG Now!

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Certificações que possuo: CompTIA Security+, EXIN EHF, MCSO, MCRM, ITIL v3. Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão e Governança de TI, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!