Sintaxe do PHP

image_pdfimage_print

Agora vamos enteder o básico do básico do PHP, que é a sua sintaxe, ou seja, como vamos avisar ao servidor o que é PHP e o que não é, para que ele possa interpretá-lo de forma correta. Você pode misturar na mesma página a linguagem HTML com PHP, assim como javascript ou qualquer outra coisa, desde que utilize bem as suas tags e o arquivo seja salvo na extensão correta .php.

Na internet se vê muito falando que existem 4 formas diferentes de sintaxe do PHP, que são elas:

Forma 1

<?php
BLOCO DE COMANDOS
?>

Forma 2

<?
BLOCO DE COMANDOS
?>

Forma 3

<%
BLOCO DE COMANDOS
%>

Forma 4

<script language="php">
BLOCO DE COMANDOS
</script>

A mais utilizada é a primeira forma. Quanto as outras formas, a segunda forma precisa ser ativada a opção “short-tags” nas configurações do PHP, a terceira é utilizada por programadores acostumados com a linguagem ASP (também tem que ser habilitado no php.ini).

Agora vamos para o nosso primeiro arquivo, o clássico “Hello World!“:

<html>
 <head>
  <title>Meu primeiro script PHP</title>
 </head>
 <body>
 <?php
   echo "Hello World!";
 ?>
 </body>
</html>

Salve este arquivo com a extensão .php e coloque dentro da pasta do seu servidor, seja ele local ou na internet, e teste-o.

Perceba que misturamos o HTML com o PHP, mas na hora que colocamos para visualizar o resultado e olharmos o código-fonte, você só irá ver código HTML, isso porque o PHP é rodado no próprio servidor e envia somente o resultado do bloco de comandos.

Outra coisa muito importante: Sempre no final de cada linha de comando do PHP, você deve colocar um ponto-e-vírgula;“, pois ele é quem informa ao PHP que aquela linha acabou. Basicamente ele funciona igual a um ponto final na linguagem escrita normal (ex.: Português). Caso você esqueça de colocá-lo, você terá um erro no seu código e poderá ter sérias dores de cabeça tentando ajustar o erro.

Veja que você também aprendeu a utilizar o echo, que serve para exibir na tela algum texto. E outra, ele também pode conter códigos HTML dentro dele (exemplo 2):

<html>
 <head>
  <title>Meu primeiro script PHP</title>
 </head>
 <body>
 <?php
   echo "Minha primeira linha.<br /><b>Minha segunda linha.</b><br /><i>E a terceira</i>";
 ?>
 </body>
</html>

Agora veja abaixo como você pode escrever em várias linhas de comando utilizando o echo (exemplo 3):

<html>
 <head>
  <title>Meu primeiro script PHP</title>
 </head>
 <body>
 <?php
   echo "Minha primeira linha.<br />";
   echo "<b>Minha segunda linha.</b><br />";
   echo "<i>E a terceira</i>";
 ?>
 </body>
</html>

Em termos de resultado, você terá o mesmo que o exemplo 2, mas visualmente falando, está muito melhor para ter uma noção do resultado que obteremos.

Agora você se lembra do que eu falei quanto ao ponto-e-virgula no final de cada linha de comando do PHP? Bom, tente remover um deles, salve e execute o arquivo para você ver que vai dar um erro. Normalmente o PHP informa a linha do erro, o que ajuda a identificar onde está errado.

Exercícios

Tente criar várias páginas e utilizem a função echo tanto com HTML dentro ou não. Pratique bastante, pois é importante que tenha a sintaxe fixa em sua mente.

Espero que tenham gostado e continuem acompanhando o restante dos posts do meu Curso de PHP.

Grande abraço!

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!