Perito Criminal em Computação, os concursos estão aí!

Para quem tem interesse em seguir carreira no setor público e trabalhar diretamente no combate aos crimes cibernéticos essa é a hora! O cargo é o de Perito Criminal em Computação e há duas oportunidades imperdíveis que só costumam aparecer a cada quatro anos, ou mais.

Conhecendo o cargo de Perito Criminal em Computação

O perito criminal faz parte da classe policial e lida com a análise (perícia forense) de equipamentos digitais apreendidos e envolvidos em crimes. Ele não lida somente com computadores mas também com celulares, máquinas digitais e qualquer outro equipamento digital que venha a ser apreendido na cena do crime.

Eventualmente ele também poderá realizar perícias em áreas diferentes da sua formação como balística, drogas, explosivos, acidentes de trânsito, etc.

Na prática, a principal função do perito em computação é fazer a análise de um equipamento baseada nas perguntas feitas por um delegado sobre um determinado caso e após a análise fazer um relatório (laudo) respondendo as perguntas.

Um exemplo: foi apreendido um computador de um indivíduo suspeito de compartilhar pornografia infantil pela Internet. O delegado do caso vai pedir que um perito analise o computador do suspeito e responda as seguintes questões:

1) Há fotos de pornografia infantil?
2) Há vídeos de pornografia infantil?
3) Caso afirmativo, esses arquivos foram compartilhados?
4) Os arquivos podem ter sido compartilhados por terceiros sem o conhecimento do proprietário?

Isso é apenas um exemplo, baseado nisso o perito irá utilizar as técnicas e ferramentas de computação forense para chegar a uma resposta para cada uma dessas perguntas e no final fará o relatório.

Lembrando que ele só poderá utilizar métodos científicos, que possam ser reproduzidos por qualquer outro perito que tenha acesso ao equipamento, mais informações sobre as etapas de uma perícia podem ser obtidas aqui.

Perito Criminal na Polícia Civil do Distrito Federal

Caso tenha se animado com a ideia de se tornar um perito criminal, corra, pois a primeira oportunidade já está em cima da hora e as inscrições se encerrando. A Polícia Civil do Distrito Federal está com concurso aberto para o cargo de Perito Criminal e dentre as especialidades há a de computação e informática. O salário é bastante atraente R$ 13.368,68. Seguem mais informações do concurso:

Inscrição: 16/11/2011 a 19/12/2011
Vagas: 14 + 44 Cadastro Reserva
Taxa de Inscrição: R$ 185,00
Remuneração: R$ 13.368,68
Mais informações e edital no site da Fundação Universa.

Perito Criminal na Polícia Federal

Já a Polícia Federal, que não realiza concurso público para perito desde 2004, está prestes a lançar o edital. No máximo em seis meses sairá, isso porque já foi autorizado no Diário Oficial a realização desse certame, conforme pode ser visto aqui.

A previsão é que seja publicado muito antes dos seis meses, então é recomendável acelerar os estudos. Foram autorizadas 100 vagas para peritos em todas as áreas, creio que pelo menos umas 15 sejam reservadas para computação e salário é mais ou menos o mesmo da PCDF.

O que estudar para passar nessas provas?

Será que para passar nesses concursos é necessário ser um hacker? Não, só precisa saber bem as matérias do edital, aliás na prática e pela experiência vejo que é mais fácil um recém-formado em ciências da computação que aproveitou bem seu curso passar do que um profissional de segurança experiente que não estudou as matérias do edital.

Para o concurso da PCDF, as matérias cobradas na prova de conhecimentos específicos estão logo abaixo no final do post, lembrando que essa é somente uma etapa do concurso, há inclusive avaliação física. Creio que no concurso da Polícia Federal as matérias serão bem parecidas.

Por fim, se quiser obter mais informações sobre os concursos existem fóruns onde há discussões sobre diversos temas relacionados, um dos mais acessados é do CorreioWeb, segue os links:

Fórum CorreioWeb – PCDF
Fórum CorreioWeb – Polícia Federal

Fui concurseiro por um bom tempo, inclusive meu emprego atual entrei através de concurso público. Apesar de sempre haver algumas fraudes ainda considero o concurso público uma das formas mais democráticas de seleção, já que para passar depende de cada um.

Conhecimentos Específicos – Perito Criminal em Computação PCDF:

2.7. Tipo 7 – Ciência da Computação e Informática.

1. Fundamentos de computação.
1.1. Organização e arquitetura de computadores.
1.2. Componentes de um computador (hardware e software).
1.3. Sistemas de entrada, saída e armazenamento. Barramento de E/S.
1.4. Sistemas de numeração e codificação.
1.5. Aritmética computacional.
1.6. Características dos principais processadores do mercado.

2. Banco de dados: arquitetura, modelos lógicos e representação física.
2.1. Implementação de SGBDs relacionais.
2.2. SQL.

3. Reengenharia de sistemas.
3.1. Engenharia reversa.
3.2. Descompilação de programas. Técnicas e ferramentas.
3.3. Editores de recursos, editores de disco e editores de memórias.

4. Linguagens de programação.
4.1. Tipos de dados elementares e estruturados.
4.2. Funções e procedimentos.
4.3. Estruturas de controle de fluxo.
4.4. Montadores, compiladores, ligadores e interpretadores.
4.5. Caracterização das principais linguagens de programação (C e Pascal).
4.6. Linguagens de programação orientada a objetos (C++e Java).

5. Redes de comunicação de dados.
5.1. Meios de transmissão.
5.2. Técnicas básicas de comunicação.
5.3. Técnicas de comutação de circuitos, pacotes e células.
5.4. Topologias de redes de computadores.
5.5. Tipos de serviço e QoS.
5.6. Elementos de interconexão de redes de computadores (gateways, hubs, repetidores, bridges, switches, roteadores).
5.7. Arquitetura e protocolos de redes de comunicação.
5.8. Modelo de referência OSI.
5.9. Arquitetura TCP/IP. Serviços e principais utilitários.
5.10. Arquitetura cliente-servidor.
5.11. Tecnologias de redes locais e de longa distância.
5.12. Redes de alta velocidade.
5.13. Aplicações de redes, inclusive de telefonia, da Internet e de redes de TV.
5.14. Monitoramento de tráfego. Sniffer de rede. Interpretação de pacotes. Formato de pacotes dos principais protocolos pertencentes à família TCP/IP. Anomalias.
5.15. Princípios de redes peer-to-peer.
5.16. Funcionamento dos principais serviços de rede. Servidores de e-mail, servidores Web, servidores proxy.
5.17. Domínios, entidades de registro, servidores WHOIS.

6. Segurança da informação.
6.1. Políticas de segurança da informação.
6.2. Segurança de redes de computadores, inclusive redes sem fio.
6.3. Vulnerabilidades e ataques a sistemas computacionais.
6.4. Processos de definição, implantação e gestão de políticas de segurança e auditoria.
6.5. Ataques e proteções relativos a hardware e software, sistemas operacionais, aplicações, bancos de dados, redes, inclusive firewalls e proxies, pessoas e ambiente físico.

7. Criptografia.
7.1. Conceitos básicos de criptografia.
7.2. Sistemas criptográficos simétricos e de chave pública. Modos de operação de cifras.
7.3. Certificação digital.
7.4. Protocolos criptográficos.
7.5. Características do RSA, DES, e AES. Funções hash. MD5 e SHA-1.
7.6. Esteganografia.

8. Sistemas operacionais.
8.1. Princípios de sistemas operacionais.
8.2. Sistemas Windows e Linux: localização e conteúdo de logs, gerenciamento de usuários.
8.3. Windows 2000: log de eventos, registro, lixeira.
8.4. Sistemas de arquivos NTFS, FAT12, FAT16, FAT32, EXT2, EXT3, REISER: Características, metadados, organização física. Diretórios e direitos de acesso, compartilhamento e segurança, integridade.
8.5. Gerenciamento de memória: organização, administração e hierarquia de memória, memória virtual.
8.6. Linux: instalação e configuração dos principais serviços TCP/IP. Scripts de inicialização.

Fonte: Crimes Cibernéticos

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Certificações que possuo: CompTIA Security+, EXIN EHF, MCSO, MCRM, ITIL v3. Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão e Governança de TI, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense.

2 Responses to “Perito Criminal em Computação, os concursos estão aí!”

  1. Sérgio Gomes disse:

    Diego, também sou formando em Sistemas de Informação e queria saber se você obteve alguma informação quanto a nossa formação para o concurso da PF, haja vista que o edital não menciona a graduação em Sistemas, você tá sabendo de alguma coisa?

    • Diego Macêdo disse:

      Sinceramente eu não sei te dizer. Quando entrei em contato com a CESPE, eles falaram para seguir exatamente o que estava no edital. Mas, sinceramente, não vejo justificativa para não aceitarem o curso de Sistemas de Informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!