Estagiários são alvos de empresas de tecnologia

image_pdfimage_print

São Paulo – A busca por talento sempre foi competitiva, e agora as empresas do Vale do Silício, nos Estados Unidos, estão atrás de talentos cada vez mais jovens. Os estagiários, especialmente aqueles que passam apenas a temporada de verão, passaram a ser bastante valorizados – e cada vez mais contratados.

Estágio

A Google, por exemplo, vem expandindo seus programas de estagiários. Verão passado (período de junho a agosto no hemisfério norte), a empresa contratou mil alunos de engenharia, 20% a mais que no ano anterior. Segundo a companhia, a maioria dos estagiários acaba contratada, o estágio é uma das principais maneiras de se encontrar funcionários integrais.

Esse pensamento, de que o estagiário é uma pessoa que pode ser treinada e testada antes de a firma ter de estabelecer um compromisso trabalhista, virou tendência entre as empresas de tecnologia. Mesmo em locais menores, como na Dropbox, o número de estagiários vai subir: esse ano foram nove estudantes, ano que vem serão 30. A equipe da Dropbox foi para mais de doze universidades buscar jovens talentos, mesmo que eles tenham acabado de entrar na faculdade.

Algumas empresas chegam até a afastar os estagiários da universidade. A Bump Technologies, que desenvolveu um aplicativo que permite troca de dados entre telefones ao tocá-los um contra o outro, já contratou estagiários como funcionários registrados antes de eles se formarem. Os jovens, apesar da pouca experiência, trazem inovação e talento para as empresas, mas muitos deixam de terminar os estudos no ensino superior.

A competição pelos jovens talentos é tão forte que alguns empresários chegam a considerar a contratação de alunos do ensino médio para os verões norte-americanos. Enquanto isso, o Facebook planeja contratar nada menos que 625 estagiários para o meio do ano que vem, elevando o número anterior, que foi de 550 jovens.

Fonte: INFO

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!