Empresas brasileiras aumentam uso de criptografia

image_pdfimage_print

Pesquisa global realizada pela Thales, e conduzida pelo Ponemon Institute, aponta que 44% das companhias brasileiras passaram a investir na criptografia de dados para proteger a marca ou mesmo danos à reputação causados pela violação das informações. O mesmo levantamento revela que 31% das empresas que investem nesse tipo de solução buscam, também, que seus compromissos de privacidade sejam cumpridos.

O Estudo das Tendências em Criptografia 2011 ouviu mais de quatro mil executivos e gerentes de TI na Alemanha, Austrália, nos Estados Unidos, França, Japão, Reino Unido e Brasil. O País fez parte do levantamento pela primeira vez. Embora a taxa de uso entre os países tenha uma variação grande, a pesquisa aponta que a criptografia ganhou importância em todos os mercados investigados. As companhias, aponta o levantamento, incluem esse tipo de solução como parte da estratégia de proteção de dados.

Embora o CIO, CTO ou líder de TI continue sendo o maior influenciador no uso da criptografia (22% dos casos), o estudo aponta uma tendência onde executivos de outras áreas de negócio passam a reconhecer a importância dessa tecnologia dentro da política de proteção de dados das empresas.

Fonte: Information Week

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Certificações que possuo: CompTIA Security+, EXIN EHF, MCSO, MCRM, ITIL v3. Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão e Governança de TI, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!