Comentários no PHP

Continuando nossas aulas do “Curso de PHP Grátis Online“, vamos falar um pouco sobre os comentários, mostrar suas utilidades e as formas de inserí-los em nossos scripts (blocos de comandos).

Para que servem os comentários?

Pela própria definição, pode-se concluir que serve para inserir algum texto ou frase que explique o código. Por exemplo, podemos escrever nosso script e no final de cada linha, após o separador ponto-e-vírgula podemos inserir nosso comentário para explicar o que se está acontecendo naquela dada linha. Isso é bem útil quando escrevemos um código e deixamos tudo bem explicado, para que outras pessoas quando olharem o código, entendam mais facilmente, inclusive nós mesmos quando formos olhar o nosso script após alguns meses, quem sabe anos. Afinal, após você criar vários scripts, fica difícil lembrar o que cada linha de cada um deles faz.

São 3 formas diferentes de colocar um comentário em um script PHP, vejamos elas:

Forma 1 – Comentário de uma linha

Utiliza-se a “//” (2x barra) para :

<?php
// Esta linha não será interpretada pelo PHP
echo "Olá mundo!"; // Nem esta...
// Essa também não
?>

Forma 2 – Comentário de várias linhas

Utiliza-se a “/* comentário */“:

<?php
/* Esta linha não será interpretada pelo PHP
Nem esta...
Essa também não */
echo "Olá mundo!";
?>

Forma 3 – Comentário de uma linha

Utiliza-se o “#“:

<?php
# Esta linha não será interpretada pelo PHP
echo "Olá mundo!"; # Nem esta...
# Essa também não
?>

Perceba que os comentários sempre ficam fora de algum comando do PHP, sempre antes de começar ou depois do separador “;“.

Sempre os comentários devem estar dentro das tags do PHP, ou seja, depois do “<?php” e antes do “?>“, para que possam funcionar de forma correta.

Agora que você aprendeu a utilizar os comentários no PHP, já saberá para que eles servem quando eu escrever os nossos scripts e for colocando os comentários dentro deles para um melhor entendimento de vocês.

Exercícios

  1. Tente criar alguns scritps com a função echo e inserir os comentários antes, ao lado da função depois do separador e abaixo da função, como eu fiz nos exemplos. Após isso olhem o código-fonte e vejam se aparece os comentários lá ou não.
  2. Crie um arquivo com comentários multi-linhas e tente fechar 2x com o “*/” e veja o que acontece.

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL).
Certificações que possuo: CompTIA Security+, EXIN EHF, MCSO, MCRM, ITIL v3.
Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão e Governança de TI, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!