Microsoft inicia contagem regressiva para fim do Windows XP

image_pdfimage_print

Sistema operacional deixará de ser suportado em 2014, quando completar 12 anos de vida. “Se você não começou a migrar, está atrasado”, diz gigante.

A Microsoft iniciou a contagem regressiva para o fim do Windows XP, o sistema operacional com a vida mais longa na história da empresa.

Tanto o SO quanto a suíte Office 2003 não serão mais suportados daqui a dois anos, em 8/04 de 2014, segundo Stella Chernyak, diretora de marketing da gigante. Mesmo as atualizações de segurança deixarão de ser desenvolvidas para os softwares.

“O Windows XP e o Office 2003 foram grandes lançamentos em seu tempo, mas desde então a tecnologia avançou”, afirmou, via blog oficial.

Quando descontinuado, o sistema da Microsoft terá sobrevivido a 12 anos e 5 meses, ou dois anos e meio a mais do o Windows NT, detentor do antigo recorde.

Essa não é a primeira vez que a companhia de Redmond sugere a seus usuários que abandonem a antiga versão e adotem uma nova. Em junho do ano passado, ela foi categórica em afirmar que havia chegado a hora de “seguir em frente” e, alguns meses antes, a equipe do Internet Explorer disse a mesma coisa para explicar por que o recente modelo do navegador não seria compatível com o XP.

Participação em queda

Nos últimos 12 meses o Windows XP perdeu quase dez pontos percentuais de participação no mercado, segundo o instituto Net Applications. Se o declínio seguir o mesmo ritmo, o que é improvável, ele estará ainda em 17,1% dos computadores quando for descontinuado.

“Em nossa última pesquisa, em outubro de 2011, os entrevistados disseram que 96% de seus PCs terão migrado do XP quando o suporte chegar ao fim”, afirmou Michael Silver, do instituto Gartner. “No entanto, 16,5% das organizações estimaram que mais de 5% de seus usuários ainda estarão utilizando-o.”

Leia mais: Por quê você ainda usa o Windows XP?

Não chega a ser uma surpresa o conselho da Microsoft para que as empresas e usuários adotem logo o Windows 7 em vez de esperar pelo Windows 8, que deve chegar em outubro. Segue a lógica de que “melhor um pássaro na mão do que dois voando”.

“Não recomendados esperar”, disse Chernyak. “Não só é importante para as companhias completarem a migração antes do fim do suporte, como a atualização para Windows 7 e Office 2010 as ajudarão a melhorar seu desempenho enquanto preparam a estrutura para os modelos futuros.”

No site oficial a gigante também é contundente. “Se sua organização ainda não começou a migração para um PC moderno, ela está atrasada”, diz, lembrando que o processo precisa de 18 a 32 meses para ser completado.

(Gregg Keizer)

Fonte: IDG Now!

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!