Malwares estão ficando mais inteligentes, diz McAffee

image_pdfimage_print

Tudo bem que os antivírus e programas de segurança em geral não param de evoluir, mas o mesmo estaria acontecendo com os malwares, que não estão só crescendo em quantidade, mas também em sofisticação.

Essa é a conclusão do último relatório de ameaças produzido pela McAffee (a empresa, não o fundador esquisito), analisando dados do último quadrimestre de 2012. De acordo com o documento, o número de trojans criados para roubar senhas aumentou em 72% nesse período – e companhias bancárias e financeiras em geral seriam os novos alvos mais visados.

Todo cuidado é pouco

O consumidor comum ainda não foi esquecido, claro, mas atacar empresas com malwares parece ser a nova “moda”. Até o suposto mercado alternativo de armas de ciberataques estaria em crescimento, especialmente por oferecer maneiras de invadir contas de grandes corporações.

Outra preocupação é em relação aos dispositivos móveis: os malwares não param de crescer na área – e cresceu 44 vezes de 2011 para 2012. O Android continua sendo o sistema operacional mais visado, tanto no roubo de senhas como no uso do aparelho para enviar mensagens instantâneas.

Páginas na internet que estão infectadas também cresceram, mas são cada vez mais identificadas e, quando possível, tiradas do ar. Outra boa notícia? O esforço de empresas de segurança está funcionando e o número de botnets caiu significativamente.

Malwares estão ficando mais inteligentes, diz McAffee.

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!