iPhone 4S chega a custar mais de R$3 mil no Brasil

image_pdfimage_print

Na madrugada de ontem para hoje (16/12), as operadoras brasileiras iniciaram as vendas do iPhone 4S no Brasil. E, ao contrário do que costuma ocorrer normalmente, o preço do novo modelo é superior ao do anterior. Quem mesmo assim estiver interessado, precisa ficar de olho: cada operadora cobra valores diferentes para o mesmo aparelho.

Na Oi, por exemplo, a versão de entrada custa R2.299 no plano pré-pago, enquanto na TIM o mesmo modelo sai por R$1.899. No caso da TIM, o preço é igual ao cobrado no pós-pago, com a diferença de que, neste caso, o cliente pode parcelar a compra em até 12 vezes, embutindo cada parcela no plano. No sistema pré-pago, só é possível dividir o valor em três vezes.

O iPhone 4, quando chegou por aqui no ano passado, custava a partir de R$1.799. Seu modelo de 32GB saía por R$2.099, mas agora a Oi chega a cobrar R$2.699 pelo iPhone 4S com a mesma capacidade. A versão top de linha, com 64GB, custa impressionantes R$3.099, mais do que o suficiente para adquirir um MacBook air. Novamente, na TIM, o preço é menor, mas ainda assim alto para a categoria, não saindo por menos de R$2.499.

A boa notícia é que, quem não quiser se comprometer com operadoras, pode comprar o iPhone 4S desbloqueado na própria loja online da Apple. Mas isso não significa que os preços serão mais amigáveis: por lá, nas capacidades de 16GB, 32GB e 64GB, o smartphone sai por R$2.599, R$2.999 e R$3.399, respectivamente. Vale lembrar que seu principal recurso, o assistente comandando por voz Siri, ainda está indisponível no país, sem previsão de quando começará a operar.

Fonte: UOL

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!