Integração do MSN ao Skype pode gerar brecha de segurança, alerta BluePex

image_pdfimage_print

A partir do dia 15 de março próximo, todas as contas do serviço Messenger serão migradas  para a plataforma Skype. O anúncio da aposentadoria do produto criado pela Microsoft e unificação das bases no sistema recém-adquirido havia sido feito em novembro do ano passado, mas somente agora, em janeiro, que a fabricante passou uma data efetiva.

Ulisses Penteado, vice-presidente da BluePex, explica que a mudança gerará uma brecha de segurança para empresas que se valem do MSN como ferramenta interna de comunicação. “A utilização do MSN pode ter caído para usuários domésticos, que acabaram optando por ferramentas novas, como o chat do Facebook. Mas ainda é muito utilizada dentro dos sistemas corporativos”, contou, citando que a companhia gerencia o manuseio do serviço por  milhares de funcionários no Brasil, espalhados entre duas mil empresas clientes. Assim que as tecnologias forem fundidas, explicou, os programas de gerenciamento utilizados no Messenger simplesmente não funcionarão com no Skype, abrindo uma brecha para a entrada de vírus e malwares dentro da rede.

“Isso ocorre por diferenças técnicas entre uma plataforma e outra. “No MSN todo mundo fica em um ambiente unificado.  Com a junção do Skype, extingue o sistema do MSN, que é muito mais direcionado com servidor. Para o Skype, é preciso de uma aplicação instalada em cada um dos clients”, explicou. Desta forma, é necessário um ponto de segurança por dispositivo, não importando se é um computador, laptop, tablet ou smartphone. No MSN, o túnel de transmissão de dados era o mesmo para todos. No caso dos clientes da companhia, a atualização será feita automaticamente, detalhou o executivo.

Porém, há duas questões que já não mais interferem na segurança do ambiente: uma delas é a garantia de que a troca de mensagens seja feita apenas internamente. Como o MSN permite a criação de login específico para o corporativo (seunome@nomedasuaempresa, em vez de seunome@hotmail.com), era impossível manter contato, caso as regras assim determinassem, com usuários de fora da corporação. Isso seria rompido com a unificação. Contudo, acalmou Penteado, o Skype, que antes não detinha essa funcionalidade, a recebeu recentemente, com o sistema de gerenciamento centralizado.

A integração com conteúdo do Facebook também não é mais um problema: anteriormente, somente o Skype oferecia essa agenda de contatos unificada, o que, posteriormente, chegou ao MSN. “Quando isso chegou ao MSN, acabou havendo um uso inadequado, o que resultou no aumento do problema sobre gestão de gerenciamento. Mas as ferramentas já foram atualizadas para indicar com quais contatos seria possível falar e quais seriam as políticas de envio ou recebimento de arquivos”, contou Penteado.

A Microsoft comprou o Skype em maio de 2011.

via Integração do MSN ao Skype pode gerar brecha de segurança, alerta BluePex – IT Web.

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!