Dicas para criar senhas seguras

image_pdfimage_print

O nome do cachorro, a data do aniversário, o apelido carinhoso da namorada, o bairro onde mora, expressões em inglês e o número do telefone estão entre as opções de senhas mais comumente utilizadas, facilitando a vida dos criminosos virtuais, que ficam à espera de algum vacilo para invadirem contas de e-mails, perfis nas redes sociais e até mesmo a sua conta bancária.

Como são muitas as exigências de senhas  atualmente (para acessar o e-mail, caixa postal, conta no banco, redes sociais, cartão de crédito etc), boa parte das pessoas acaba escolhendo uma única combinação, o que pode ser fatal, pois se alguém descobrí-la, poderá ter acesso a todos os dados e fazer o que quiser com eles.

No e-mail, costumamos guardar informações muito importantes a nosso respeito, como endereços, telefones, números de documentos, comprovantes de compras e movimentações financeiras entre outras, enquanto nos perfis das redes sociais é normal ter fotos dos lugares que você frequenta, mensagens de amigos e outros dados.

Essas informações são uma verdadeira mina de ouro para aqueles que adoram aplicar golpes, por isso mesmo você deve ter um cuidado constante com os seus dados e seguir algumas dicas para criar senhas seguras.

Melhores combinações

Para criar uma senha mais segura e forte, que deixará os seus dados um pouco mais protegidos, a melhor sugestão é fazer uma combinação entre caracteres maiúsculos e minúsculos (caixa alta e caixa baixa), misturados a números, caracteres especiais e símbolos do teclado (&,*,%, #, $, §, etc). Se for permitido, você também pode incluir espaços na senha, para dificultar o acesso de pessoas não autorizadas.

Outra dica interessante é usar a técnica “Leet”, que consiste em usar números, caracteres especiais e letras parecidas ou com pronúncia semelhante, ao invés das letras convencionais, como na frase “Seja bem-vindo”, que se transforma em “53j4 B3M-VINDo”.

Para facilitar a memorização da senha, você pode associá-la a uma frase significativa para você, que seja relacionada com um momento importante da sua vida ou às suas preferências, por exemplo. Se mesmo assim ficar complicado memorizá-la, é melhor anotá-la e não a identificar no papel como senha, além de armazená-la em local seguro.

Verificador de senhas

Outra boa dica para criar senhas seguras é usar o Verificador de senhas da Microsoft, onde é possível testar a força da sua senha. Depois de criar uma nova senha, seguindo as dicas deste artigo, essa é uma ferramenta interessante para você testar a sua prática em fazer combinações mais seguras para proteger os seus dados.

Fonte: Mundo das Tribos

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!