Dez profissionais de TI mais demandados em 2014

image_pdfimage_print

O ritmo de criação de novos empregos em tecnologia não crescer de forma tão acelerada quanto nos últimos anos. Apenas 24% dos 194 executivos de TI participantes de uma pesquisa realizada pela Computerworld nos Estados Unidos afirmaram que suas organizações planejam ampliar os quadros de TI.

De maneira geral, o resultado indica uma busca por profissionais com conhecimento técnico capazes de suportar estruturas computacionais próprias, ainda em crescimento.

Listamos, a seguir, os dez perfis mais procurados por esses executivos. 

1. Programadores/Desenvolvedores de aplicativos

•?48% dos respondentes revelaram planos para contratar profissionais com essas habilidades nos próximos 12 meses.

•?Posição no ranking em 2014: 1º lugar

Assim como no ano passado e em 2013, os departamentos de TI parecem mais propensos a abrir vagas para programadores e desenvolvedores do que qualquer outra posição.  Blake Holman, vice-presidente e CIO da Ryan LLC, por exemplo, procura desenvolvedores capazes de fazer a empresa avançar. Devido à alta demanda, contudo, tem enfrentado certa dificuldade para encontrar os talentos requeridos, principalmente que possuam experiência parade lidar com a escala e a complexidade das operações de sua companhia.

2. Gerente de projetos

•?35% dos respondentes planejam contratar profissionais com essa habilidade nos próximos 12 meses.

•?Posição no ranking em 2014: 5º lugar

A demanda por gestores de projeto subiu quarto posições no intervalo de um ano, o que não surpreendeu os entrevistados na pesquisa. Devido a um investimento mais baixo nos anos recentes, as companhias procuram agora por profissionais capazes de olhar sistemicamente para iniciativas de grande porte e que toquem diversas áreas das organizações. A busca é por pessoas que consigam misturar uma visão de negócios e com o conhcecimento de tecnologia e por profissionais capazes de trabalhar com metodologias ágeis.

3. Help desk/Suporte

•?30% dos respondentes planejam contratar profissionais com habilidades de suporte nos próximos 12 meses.

•?Posição no ranking em 2014: 2º lugar

Líderes de TI afirmam que ainda procuram profissionais de help desk e suporte, devido a expansão dos projetos em andamento, bem como a ampliação da variedade dispositivos e aplicações que precisam ser suportados. Iniciativas de consumerização (BYOD), por exemplo, estão impulsionando as contratações.

4. Segurança/Governança

•?28% dos respondentes planejam contratar profissionais para essas funções nos próximos 12 meses.

•?Posição no ranking em 2014: 7º lugar

As empresas gastarão mais dinheiro em segurança nos próximos anos. O que, diante do aumento das notícias sobre ataques por cibercriminosos, não chega a ser nenhuma surpresa. Os departamentos de TI tentam fortalecer suas barreiras, o que justifica essa habilidade profissional passar da sétima para quarta posição no intervalo de 12 meses.

Cynthia Nustad, vice-presidente e CIO da HMS, empresa que presta serviços para o setor de saúde, precisa enfrentar a expansão no volume de ameaças, diariamente. O que fez o time dedicado à segurança triplicar nos últimos cinco anos. Agora, ela procura talentos mais especializados. Seu radar aponta para profissionais focados em gestão de incidentes e prevenção de vulnerabilidades. “A demanda por segurança de dados avança e está difícil encontrar pessoas capacitadas”, observa.

5. Desenvolvedores Web

•?28% dos respondentes planejam contratar profissionais com essa habilidade nos próximos 12 meses.

•?Posição no ranking em 2014: não listada

Matt Leighton, diretor de recrutamento da agência Mondo, focada em staff de TI, afirma que as vagas para profissionais com experiência em desenvolvimento Web são as mais difíceis de serem preenchidas. “O fluxo entre a demanda e a disponibilidade não bate. Existe uma grande lacuna entre o que as companhias querem fazer e o que a mão de obra pode executar”, define.

6. Administrador de banco de dados

•?26% dos respondentes planejam contratar profissionais com essa habilidade nos próximos 12 meses.

•?Posição no ranking em 2014: 6ª lugar

Aqui uma profissão sempre necessária (e buscada) pelas empresas. Mas, o barulho ao redor de Big Data tem aumentado ainda mais a demanda por profissionais com essas habilidades. “Ganhamos a capacidade de trabalhar com quantidades massivas de informações, mas ainda não compreendemos ao certo como os bancos de dados devem funcionar nesse contexto”, afirma Terry Erdle, vice-presidente de certificações da CompTIA. A consultoria Robert Half divulgou um relatório de tendências há alguns meses que apontou que 52% das empresas norte-americanas têm grande demanda por administradores de BD.

7. Business Intelligence/Analytics

•?24% dos respondentes planejam contratar profissionais com essa habilidade nos próximos 12 meses.

•?Posição no ranking em 2014: 8º lugar

O interesse latente por transformar grandes volumes de dados em informações úteis ao negócio certamente colocaria ferramentas analíticas e de inteligência entre as dez mais. Esses profissionais vêm sendo mais requisitados para projetos. A expectativa é que isso se mantenha ao longo dos próximos anos.

8. Aplicações e Gerenciamento de dispositivos móveis

•?24% dos respondentes planejam contratar profissionais com essas habilidades nos próximos 12 meses.

•?Posição no ranking em 2014: 4º lugar

Como muitos outros executivos de TI, Paul Quinn, CIO da Duke Realty, tenta atender a demanda por aplicativos móveis que rodarão nos dispositivos levados por funcionários para o ambiente de trabalho.

9. Redes 

•?22% dos respondentes planejam contratar profissionais com essa habilidade nos próximos 12 meses.

•?Posição no ranking em 2014: 3º lugar

De acordo com uma pesquisa da Robert Half, 57% dos executivos de tecnologia norte-americanos acreditam que administração de redes estará entre as habilidades prioritárias em seus times. Normalmente, as empresas procuram profissionais com experiência em roteamento IP, switch, filtros e firewalls, debugguing, redes ópticas, gestão de infraestrutura e integração de ambientes virtuais.

10. Big Data

•?20% dos respondentes planejam contratar profissionais com essa habilidade nos próximos 12 meses.

•?Posição no ranking em 2014: 11º lugar

Em setembro de 2014, um relatório intitulado “Fast-Growing Tech Skill” apontou que o número de posições de trabalho direcionadas a grandes volumes de dados cresce acima de 50% ano a ano. Tais demandas avançam sobre diferentes indústrias e especialidades. A expectativa é que profissionais com essas habilidades subam alguns degraus nas listas de mais procurados no futuro.

Fonte: http://cio.com.br/tecnologia/2014/11/24/dez-profissionais-de-ti-mais-demandados-em-2014/

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!