Dez dicas para aumentar a segurança dos dispositivos móveis

image_pdfimage_print

Com o crescimento do uso de tablets e smartphones nas empresas, incentivados pelo movimento Bring Your Own Device (BYOD), que permite que os funcionários tragam para o ambiente de trabalho seus dispositivos próprios, as informações corporativas ficaram mais expostas. Para que os usuários possam utilizar esses aparelhos com maior proteção, a StoneSoft elaborou dez dicas para reforçar a segurança dos que acessam constantemente a web móvel.

“Hoje, a internet pode fazer quase qualquer coisa e, infelizmente, o crime organizado também encontraram uma terra de oportunidades. Para o consumidor, o cibercrime pode parecer uma ameaça distante, principalmente relacionada à espionagem entre países ou de hackers contra grandes empresas”, alerta Airamo, diretor de segurança da informação da Stonesoft. Ele afirma que os usuários que acessam sites de compras online e outros serviços na web móvel também podem ser prejudicados.

Airamo observa que as pessoas carregam atualmente dados importantes nos smartphones, tanto pessoais quanto informações sensíveis da empresa, o que exige que o mercado corporativo e usuários adotem medidas de segurança para não ser vítima do ataques.

O executivo da Stonesoft adverte que “o malware também pode danificar o dispositivo móvel e as informações armazenadas cair nas mãos de pessoas erradas, uma vez que é fácil roubar esses aparelhos.

Veja abaixo dez dicas para aumentar a segurança desse terminais:

1 – Atualize regularmente programas e o sistema operacional do dispositivo móvel. Normalmente, as atualizações são enviadas automaticamente. Porém ao escolher um novo aparelho, certifique-se de que os upgrades estão disponíveis para o ambiente do modelo em questão.

2 – Instale em seu dispositivo software apenas de fontes confiáveis, como de lojas de aplicativos como a App Store, Google Play ou Loja Nokia.

3 – Cuidado com compras de aplicativos porque eles podem ser muito caros.

4 – Esteja ciente das permissões concedidas pelas diferentes aplicações. De vez em quando, você deve rever todos os direitos de usuários e políticas de privacidade que são aceitos.

5 – Altere o código de acesso padrão e PIN do cartão SIM Card.

6 – Se seus dispositivos móveis suportam criptografia de dados, você deve ativar esses recursos.

7- Conecte os dispositivos móveis a um serviço online que pode remotamente localizar aparelhos perdidos ou roubados e, se necessário, realizar uma limpeza remota para apagar seus dados.

8 – Em caso de furto ou roubo, você deve informar imediatamente à operadora para evitar uso indevido do aparelho e que os dados sejam transferidos para um novo cartão.

9 – Quando trocar de dispositivo por um mais novo remova todas as informações pessoais e restaure as configurações originais de fábrica. Você também deve remover todas as informações de cartões SIM e cartões de memória antigos.

10 – Realize cópias regulares de todos os dados do dispositivo móvel. Os serviços em nuvem são muito úteis para esta finalidade, mas você não deve enviar informações como um empregado sem permissão.

Dez dicas para aumentar a segurança dos dispositivos móveis – Tecnologia – CIO.

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!