Como tirar o melhor proveito dos dashboards

Painéis de controle, ou dashboards, ferramentas que revelam o desempenho de TI e outras métricas do negócio em forma gráfico, estão se tornando obrigatórios em todas as corporações. E você precisa aprender a tirar o melhor proveito deles, recomenda Gloria Campbell, professora de administração da Faculdade Wartburg, de Iowa. Para ela, vender corretamente o dashboard à equipe, especialmente para os funcionários de nível médio e baixo, permite seu uso efetivo, sem que você passe a impressão de ser um carrasco ou um Big Brother.

Ela recomenda:

1 – Deixar que os funcionários interferiram no que você irá medir
Quando os empregados ajudam a determinar o que estará no painel, eles passam a acreditar que a ferramenta é algo positivo, que medir produtividade e performance é bom. “Se as pessoas acreditam que a mensuração está sendo feita de forma correta, confiável, elas não se sentem ameaçadas”, diz Campbell.

2 – Explicar os benefícios da transparência
Diga aos empregados que dados antigos, de anos atrás, estarão disponíveis com o CFO. E que eles mesmos podem tomar conhecimento do desempenho da empresa a partir destas informações.

3 – Explicar como a performance é medida
Ao compreender o sistema, eles não acharão que você é um espião, que faz uma lista secreta para apontar vencedores e perdedores. “E que você, como eles, precisa demonstrar produtividade, porque têm ‘concorrentes’ nos outros departamentos”.

4 – Mostrar como os dashboards podem prevenir problemas
Os funcionários podem ser menos reativos e mais pró-ativos quando a empresa faz uso destes painéis, que antecipam possíveis problemas e mostram de maneira mais clara as soluções disponíveis, antes mesmo que o CEO cogite fazer alguma reclamação.

Como tirar o melhor proveito dos dashboards – Gestão – CIO.

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Certificações que possuo: CompTIA Security+, EXIN EHF, MCSO, MCRM, ITIL v3. Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão e Governança de TI, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!