Como lidar com colegas barulhentos no ambiente de trabalho

image_pdfimage_print

São Paulo – Um colega de trabalho barulhento incomoda muita gente. A chateação é tanta que há quem sonhe com um botão para emudecer os colegas de trabalho. É isso mesmo! Em uma pesquisa recente do LinkedIn sobre as ferramentas de trabalho mais desejadas em um escritório, 19% dos respondentes afirmaram sonhar com o famoso “mute”.

Rosana Fa, autora do livro Postura Profissional (Qualitymark, 2006), diz que a reclamação é muito comum dentro das empresas. Especialmente agora, quando a moda entre os escritórios é abolir as paredes e as salas que dividem os ambientes. “Dividir o espaço com os outros não é fácil.”

Tudo que invade o espaço do outro, portanto, pode ser um incômodo. Perfume excessivo, excessos no tom de voz e até o toque de um celular deixado em cima da mesa pode causar desconforto no colega ao lado.

Para lidar com essas figuras incômodas, Rosana sugere transparência. “Muitas vezes, as pessoas não percebem o que estão fazendo. Nesse caso vale dar um toque, falando com jeito”, diz. Se um comentário desse tipo puder desencadear uma guerra dentro do ambiente de trabalho, uma boa sugestão é alertar o superior para que ele, de uma forma ampla, passe o recado a todos os funcionários.

Aos gestores, vale lembrar que o combinado nunca sai caro: vale a pena apostar em um manual de conduta para evitar dissabores. Já há companhias que multa com valores simbólicos os funcionários que esquecem o celular escandaloso tocando em cima da mesa.

Fonte: Exame

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!