Como evitar que alguém se passe por você na internet

image_pdfimage_print

Imagine a situação: você está realizando suas atividades normais na internet quando emails suspeitos começam a aparecer na sua caixa de entrada, pedindo para que você pare de “fazer bagunça” em fóruns que você nunca entrou. Ao entrar no dito site, você percebe que o seu nome e as suas credenciais têm participado ativamente no fórum, enviando mensagens que você jamais escreveu.

Infelizmente, muitas pessoas que já passaram por isso não precisam fazer muito esforço para visualizar a situação acima. Trata-se de um roubo de identidade, quando alguém se esconde atrás de um nome e até de um rosto que não é dele para “aprontar” no mundo virtual.

Se você já foi vítima de um desses falsários, continue acompanhando esta matéria do Tecmundo e descubra algumas maneiras de contornar a situação.

Identificando o problema

Primeiramente, é importante lembrar que um falsário não precisa roubar suas senhas de emails ou credenciais das redes sociais para conseguir se passar por você. Basta apenas que ele “assine” as mensagens usando o seu nome.

Geralmente, os falsários realizam o cadastro em sites e fóruns nos quais você não tem interesse, usando um apelido que já vem sendo usado por você em outros locais, além de cadastrar o seu email e até linkar o seu perfil das redes sociais em vez do dele próprio. Portanto, não é preciso se preocupar com a invasão das suas contas neste primeiro momento.

Perceba também que existem situações em que tudo não passa de um grande engano, quando o nome do usuário cadastrado acabou ficando igual ao seu por mera coincidência. Se este for o caso, tente entrar em contato com a pessoa e explique a situação. É bem provável que ela entenda e faça algo para contornar o problema.

Mas se o indivíduo está usando dados que não poderiam ser confundidos, como seu email ou link para o seu perfil no Facebook, então se trata realmente de um falsário.

Levantando os possíveis motivos

Agora que você já sabe que está realmente lidando com alguém que está usando seu nome de propósito, chegou a hora de tomar algumas medidas. Existem duas razões principais para a pessoa estar fazendo isso. O mais provável é que seja alguém que pegou o seu nome por acaso apenas para esconder a verdadeira identidade, tendo a intenção de fazer algo que, geralmente, os sites participativos não aprovam.

Já a segunda possível razão é um pouco mais séria, quando alguém próximo está realmente se esforçando para sujar a identidade que roubou de você. Em qualquer um dos casos, procurar as vias legais pode ser sim uma solução, já que falsidade ideológica é crime.

Porém, conseguir que a lei tome as providências pode acabar se tornando um problema ainda maior do que o sujeito que está usando o seu nome para postar mensagens inocentes em um fórum qualquer. Por isso, confira algumas medidas mais brandas e simples que podem instigar o falsário a parar de usar o seu nome.

Possíveis soluções

Pedir ajuda para o site em questão

Para começar, você pode entrar em contato com os próprios moderadores do site que o sujeito tem participado e explicar a situação. Você pode pedir para que eles desativem o usuário falso ou que, pelo menos, permitam que você tome controle da conta criada por ele usando o seu nome.

Infelizmente, muitos dos moderadores de sites pequenos ou grandes podem não se importar o bastante para agir em seu favor ou mesmo não ter pessoal suficiente para tratar cada caso específico. Ainda assim, vale a pena tentar.

Já as redes realmente grandes, como Facebook, Google+ e Twitter, proíbem que seus usuários impersonifiquem outras pessoas. Sites desse porte podem até demorar para tomar alguma atitude, mas é quase certo que algo será feito. Apenas certifique-se de que você pode realmente provar que o falsário está usando a sua identidade no seu lugar.

A maior rede social do mundo, o Facebook, até conta com uma opção específica para denunciar alguém que está usando um perfil falso. Para isso, basta acessar a página da pessoa em questão, clicar na lista de opções e, em seguida, selecionar “Report and/or Block This person”. Boa parte das maiores redes sociais também possui opções semelhantes.

Enfrentar o problema diretamente

Outra solução que costuma trazer resultados mais imediatos é falar diretamente com a pessoa que está se passando por você. Caso você tenha tempo e paciência, cadastre-se no mesmo fórum em que o falsário está participando e mostre que você sabe dos atos dele.

Na maioria dos casos, o sujeito pegou o seu nome ao acaso e deixará de se passar por você sem resistência para não se meter em maiores confusões. Outra medida é comentar nos posts que ele fez e mostrar ao público que aquela pessoa não é você. Uma dica é fazer o cadastro usando um nome que deixa isso bem claro, como “FulanoVerdadeiro”.

Escrever uma história sobre como, onde e quando o falsário está se passando por você pode dar ainda mais suporte na hora de provar a situação. Blogs pessoais ou simples posts no Facebook podem servir a este propósito.

É possível evitar?

Infelizmente, não há muito que você possa fazer para impedir alguém de tomar o seu nome com a intenção de se passar por você, já que essa informação está sempre exposta em qualquer site que você ingressar. Porém, isso não significa que você não precisa ser cuidadoso ao expor seus dados na internet.

Redes sociais como o Facebook permitem que você personalize seu perfil para ocultar ou limitar o acesso a certas informações, como o seu email pessoal ou sua idade. Sempre procure usar ferramentas como essa para dificultar o trabalho dos falsários. Manter “amizades” apenas com pessoas que você realmente conhece e confia também é uma ótima dica.

Fonte: TecMundo

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!