Como conseguir um emprego ao sair da faculdade

image_pdfimage_print

Uma das maiores preocupações dos estudantes universitários – especialmente aqueles que estão prestes a se formar – é como entrar no mercado de trabalho. De acordo com especialistas, é fundamental que esses estudantes comecem a pensar no seu futuro profissional enquanto ainda estão na faculdade e aprendam a vender o seu talento.

Fazer planos para o futuro profissional enquanto você ainda estuda é fácil, mas como colocar esses planos em prática no momento em que você consegue o seu diploma? Confira 3 dicas que podem ajudar você a transformar seus planos profissionais em realidade:

1. Escolher a faculdade certa

O mercado de trabalho ainda dá muito valor para questões como “em qual universidade você se formou?”. Por isso é fundamental que você analise todas as opções disponíveis e procure saber como as universidades que você está pensando em cursar são reconhecidas no mercado de trabalho. Isso não significa escolher a universidade baseando-se apenas no nome que ela tem, mas estudar em uma faculdade com uma boa grade curricular e um bom nome no mercado pode abrir muitas portas para você.

2. Vender seu talento

Embora a história da experiência profissional seja superestimada no mercado de trabalho atualmente, existe uma série de empresas que preza mais pelo talento do que pela experiência, visando moldar as qualidades do profissional inexperiente às necessidades da companhia. Por isso, o importante nesses casos é saber como convencer o recrutador de que você é um bom investimento para a organização. Aproveite a entrevista de emprego para mostrar as suas qualidades e deixe claro que você está disposto a aprender.

3. Atualizar as ideias

Não pense que as empresas se preocupam apenas com o seu rendimento e os resultados que você pode gerar. Embora essa seja uma parte importante para a sua contratação, as empresas têm buscado cada vez mais profissionais que estejam capacitados a atuarem dentro de conceitos como “responsabilidade social” e “compromisso com a comunidade”. Mas saiba que isso vai além de “eu não costumo jogar lixo no chão”. O que a companhia precisa é de um profissional que possa dar ideias lucrativas trabalhando dentro desses conceitos. Proponha ideias inovadoras e trabalhos colaborativos, procure envolver novas tecnologias nos seus projetos.

Fonte: Universia Brasil

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!