Brasil é o país que mais recebe ataques crackers na internet

image_pdfimage_print

Uma recente pesquisa da RSA, divisão de segurança cibernética da EMC (NYSE: EMC), posiciona o Brasil como o principal alvo de criminosos digitais na América Latina. O país recebe atualmente 50,2% dos ataques de crackers e outras ações fraudulentas.

Segundo Roberto Regente, vice-presidente da RSA para América Latina e Caribe, o bom momento da economia brasileira e o crescimento do mercado de internet transformaram o país em uma fonte atrativa para atuação de criminosos. “O Brasil é hoje o quarto maior mercado de PCs do mundo e tem uma população muito conectada”, afirma.

Em segundo lugar no ranking vem a Colômbia, com 24,3% das ações fraudulentas, e em terceiro o Chile, com 21,4%. México e Equador viram números de ataque muito menores no mês passado, e ocupam respectivamente a quarta e quinta colocação (1,5% e 1,2%). O restante dos países é responsável por menos de 1% do volume total de ataque registrado na região.

O relatório aponta que o phishing se tornou a principal maneira de ataque aos computadores. O método é uma forma de fraude eletrônica, caracterizada por tentativas de adquirir informações sigilosas de usuários na internet.

A pesquisa revela ainda que 40% das fraudes vêm de endereços hospedados nos Estados Unidos. “As empresas precisam estar atentas a esses crimes e buscar produtos e serviços mais seguros. Paralelo a isso, é necessário investir também em educação e conscientização para reduzir essas ações criminosas”, alerta Regente.

Fonte: Olhar Digital

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!