Banco de dados aumenta detecção de pragas brasileiras no ClamAV

image_pdfimage_print

Muita gente conhece o ClamAV, antivírus multiplataforma e de código aberto. O programa é mais comumente usado em servidores de e-mails, mas também pode ser instalado por usuários domésticos do Linux ou Windows.

A postura de manter o código de um software de segurança disponível para todos os internautas é incomum, mas oferece alguns benefícios. Um deles é a possibilidade de qualquer pessoa ou grupo poder contribuir com o desenvolvimento e a atualização do antivírus. A Sanesecurity, grupo especializado na criação de assinaturas de ameaças digitais, distribui um banco de dados de assinaturas de vírus e fraudes que inclui muitas assinaturas para detectar ameaças brasileiras, melhorando muito o desempenho do antivírus nesses casos.

As definições são atualizadas diariamente, e os administradores podem escolher quais baixar, ou simplesmente adicionar determinadas assinaturas as já existentes nos bancos de dados. Dessa forma, administradores de empresas brasileiras podem priorizar o combate a ameaças frequentemente usadas por criminosos brasileiros em mensagens de e-mail, como phishings ou malwares.

As definições também podem ser utilizadas por usuários domésticos, e o programa pode ser configurado para baixá-las automaticamente.

Quem quer contribuir com o banco de dados de ameaças brasileiras pode enviar e-mail para o endereço porcupine.signatures@gmail.com.

Fonte: Linha Defensiva

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!