Ataques de hackers causaram prejuízo de US$ 1 bilhão ao Brasil em 2011

image_pdfimage_print

Durante todo o ano de 2011, hackers conseguiram roubar US$ 1 bilhão (ou quase R$ 1,8 bilhão) no Brasil, tornando o país o menos preparado para adotar a tecnologia de “cloud computing”, ou computação em nuvem – sistema que permite que dados de um servidor sejam acessados de qualquer lugar.

Um estudo recente da PricewaterhouseCoopers aponta que um terço das companhias no Brasil foi vítima de ataques virtuais – ou 32%, enquanto a média global é de 23%, segundo a Forbes.

Outro detalhe importante é que 8% das companhias atacadas perderam US$ 5 milhões ou mais.

Já a BSA (Business Software Alliance), uma associação que junta cerca de cem empresas globais – incluindo Microsoft, Apple, Intel e Siemens, entre outras -, tem uma outra notícia ruim para o Brasi.

É que muitos especialistas em tecnologia da informação, segundo a Forbes, acreditam que a mudança para o cloud computing é inevitável.

Só que a BSA analisou 24 países, usando os critérios de privacidade de dados, segurança cibernética, controle de crimes cibernéticos, proteção de propriedade intelectual, infraestrutura de TI, interoperabilidade de technologia e harmonia da lei.

E o Brasil ficou em último entre os países avaliados. Japão saiu na frente, seguido por Austrália, Alemanha, Estados Unidos e França.

Sendo assim, o país foi classificado como despreparado para o cloud computing. Principalmente por não ter leis que garantam a privacidade da transferência de informações nesse sistema, fora a legislação fraca contra o crime cibernético.

Fonte: midianews.com.br

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!