12 erros que os profissionais de TI cometem no LinkedIn

image_pdfimage_print

Não espere até que você decida deixar o seu trabalho atual para atualizar o seu perfil. Comece hoje, e evite esses equívocos.

LinkedIn é o lugar para profissionais de TI que estejam procurando uma melhor colocação no mercado. Conecte-se com colegas de trabalho, encontre antigos colegas, e encontre pessoas que partilham da mesma opinião.

Dedique alguns minutos agora para garantir que seu perfil apresente suas realizações e habilidades.

Aqui estão alguns erros comuns a evitar.

Erro 1: Falta do retrato no perfil
As pessoas suspeitam de perfis do LinkedIn sem foto, diz David Hults, coach de carreira.

Concentre-se em seu rosto. Evite paisagens ou objetos de fundo que distraiam as pessoas. Usar a câmera do iPhone é bom, mas cuidado com a iluminação.

Erro 2: Falta de recomendações
A pessoa ocupou vários cargos de TI na Cruz Vermelha, mas não tem recomendações.

Idealmente, você deve ter uma recomendação pessoal para cada posição, mesmo que  você tenha realizado vários trabalhos na mesma organização, diz Lisa Rokusek, sócia-gerente da AgentHR.

Erro 3: Poucos ou nenhum  endosso sobre importantes habilidades de mercado
Esta parte do seu perfil deve ser envolvente e vibrante. Peça aos membros da sua rede para endossar suas habilidades.

linkedin1

Erro 4: Falta de detalhes sobre as responsabilidades nas funções exercidas
A lista não é auto explicativa! Mais informações, particularmente sobre a posição atual, são necessárias. Que projetos o especialista em BI fez na empresa? Como as implementações de BI contribuíram para os resultados da empresa? O que é SSAS? Pode ser um erro de digitação para o SAS, ou pode realmente significar SQL Server Analysis Services. Então, melhor incluir por escrito, diz Rokusek.

Linkedin2

Erro 5: Erros de digitação e palavrões
Bem, este é um exemplo óbvio, mas vale a pena repetir. Evite erros de digitação e palavrões a todo custo. Revise seu perfil, ou peça a um amigo para fazê-lo.

Erro 6: Sobrecarga de jargão
Nem todo mundo entende os jargões profissionais. Peça a alguma outra pessoa para rever o seu perfil, de modo a torná-lo mais compreensível.

Linkedin3

Erro 7: Não participar de grupos da indústria
Participar de grupos é fundamental – e fácil. Há centenas de grupos em sua área de atuação. “Encontre pessoas de sua própria espécie e se conecte com elas”, diz Hults.

Erro 8: Dificuldades para entrar em contato
Ao editar o seu perfil, verifique as “Informações Adicionais” e adicione suas informações de contato também nos campos “interesses” e “conselhos”. São duas áreas onde o LinkedIn permite que você escreva o que quiser, e isso pode tornar mais fácil para as pessoas encontrá-lo, mesmo aquelas que estão entra as suas conexões. “Pare de ser passivo. Não espere que as pessoas o encontrem”, diz Hults.

Linkedin4

Erro 9: Não listar as competências linguísticas
Fortran pode não ser sua praia, mas não adicionar todos as linguagens de programação de computadores que você domina na seção “línguas” e o quão proficiente você é em cada uma delas pode ser péssimo. Seja o mais descritivo possível.

Linkedin5

Erro 10: Não adicionar links
Você só tem três lugares para incluir links para seus sites, então use isso sabiamente. Utilize o campo “outro”, que dá a chance de colocar tanto o seu blog ou site  e as respectivas URLs. Se você escolher o campo  “blog”, você acabou de obter uma URL e de perder a chance de indexar o nome do site no Google.

Linkedin6

Erro 11: Não optar por uma URL para o perfil público
Quando chegar a hora de se promover, não se esqueça de criar uma URL personalizada para o seu perfil, que possa constar dos seus cartões de visita. É também uma maneira fácil para que os seus contatos o encontrem no LinkedIn, particularmente se você tem um nome comum que pode ser difícil de pesquisar.

Linkedin7

Erro 12: Usar o convite genérico
Não basta clicar em “enviar”. Personalize a mensagem de convite quando quiser adicionar uma nova conexão. Crie uma mensagem específicA para a pessoa que você deseja convidar e inclua referências ligadas a você. Contexto é muito importante.

Fonte: CIO

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (Alagoas), especialista em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação pela Univ. Gama Filho (UGF) e pós-graduando em Gestão da Segurança da Informação pela Univ. do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ficar atualizado?

Inscreva-se em minha newsletter e seja notificado quando eu publicar novos artigos de graça!